Carteira de vacinação febre amarela

Viajantes devem tomar dose padrão de vacina contra a febre amarela

Quem for viajar para países que exigem a vacina contra a febre amarela comprovada por meio do certificado internacional de vacinação deve ficar atento. Isso  porque a dose que será distribuída nos postos de saúde na campanha atual é a fracionada, e não serve para a emissão do certificado internacional de vacinação. A solução é levar um comprovante de viagem quando for ao posto de saúde e, assim, conseguir omar a dose integral da vacina.

E como saber quais países exigem a vacina? É só ir ao site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e procurar o país (https://viajante.anvisa.gov.br/viajante). Já adianto que Equador, Colômbia, Cuba, Equador, Panamá e Venezuela pedem o certificado. A Argentina recomenda a vacinação, mas ninguém será barrado por não ter tomado a vacina.

Após mortes serem confirmadas aqui no Brasil, o governo lançou a campanha de vacinação contra febre amarela com doses fracionadas para que mais pessoas possam ser imunizadas. A vacinação fracionada será aplicada nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia e, ainda segundo o governo, protege contra a doença e pode ser tomada por quem vai visitar as cidades brasileiras que também têm  recomendação da vacina.

Segundo a Anvisa, o certificado internacional não será emitido em hipótese alguma para quem tiver tomado a dose fracionada. E os viajantes  devem apresentar um comprovante da viagem para tomarem a dose integral. Esse comprovante pode ser, por exemplo, o bilhete da passagem.

E atenção porque quem por acaso tomar a dose fracionada terá que esperar 1 mês para poder tomar a dose integral e, aí então, tirar o certificado. Quem já tomou a vacina pode tirar o certificado e viajar tranquilo! Atualmente, a vacina de dose integral vale por toda a vida.

Como tirar o certificado internacional de vacinação?

Depois de tomar a vacina num posto de saúde, o viajante deve ir a um Centros de Orientação para a Saúde do Viajante (confira a lista aqui). É preciso levar identidade, passaporte ou CNH e a carteira de vacinação.

Para agilizar a emissão do certificado, é necessário realizar um pré-cadastro no site da Anvisa, clicando na opção “cadastrar novo” ou no link “cadastro”.





Booking.com

 

Leia também:

Deixe uma resposta