Jardim Botânico de Curitiba

Curitiba: dicas de viagem, o que fazer e onde se hospedar

Curitiba é uma cidade encantadora, daquelas que a gente visita e já quer voltar. Andei pesquisando e vi que a capital paranaense tem 1,8 milhão de habitantes, o equivalente a todo mundo que passa o Réveillon na Praia de Copacabana, no Rio. Talvez por isso ela consiga ser bem mais organizada, e encante tanta gente.

O ideal é visita-la em três dias: dois para a parte turística  da própria cidade, e uma para escapar até Morretes e fazer o passeio de trem. Tive apenas dois dias, mas consegui ver o que queria, incluindo a Cervejaria BodeBrown.  Curitiba tem dezenas de parques lindíssimos, além dos famosos Jardim Botânico e da Ópera de Arame. O bom é que se você mora no Sudeste, consegue comprar passagens aéreas bem baratas. Ida e volta pela Gol me custaram apenas R$ 210.

Diana

 

Como chegar em Curitiba de avião

O aeroporto Afonso Pena fica, na verdade, na cidade de São José dos Pinhais, a cerca de 20km de Curitiba. Há um ônibus executivo que leva para a cidade e custa só R$ 15 (http://www.aeroportoexecutivo.com.br). Ele faz pontos em lugares como a Rodoferroviária, a Rua 24 horas e o Shopping Estação. Para mim, a melhor opção é o Uber (desconto aqui) que até o centro da cidade ou ao Batel custa R$ 30. O táxi sai por R$ 60 ou R$ 65.

Onde se hospedar em Curitiba?

Nos fins de semana o preço dos hotéis em Curitiba fica mais baixo, sendo possível encontrar diárias a partir de R$ 130. Os hotéis do Centro são mais antigos, e a melhor rede hoteleira fica no Batel, o bairro com comércio e vida noturna mais agitada. O Ricardo Freire, do Viaje na Viagem, recomenda se hospedar por lá, e segui a dica dele na hora de reservar meu hotel.

O hotel que escolhi foi o Tulip Inn Batel porque consegui uma promoção bem maravilhosa e paguei R$ 200 em duas diárias. Bem pertinho dele ficam o Hard Rock Cafe Curitiba, o Shopping Curitiba e o Shopping Crystal. Outra opção legal e barata nessa área é o Ibis Curitiba Shopping , e mais um hotel bacana por lá é o Quality Hotel Curitiba.

Clique neste link e ganhe R$ 40 ao reservar um hotel no Booking.

O que fazer em Curitiba?

Curitiba é uma cidade muito fácil de andar e conhecer porque existe uma linha de ônibus que passa pelos principais pontos turísticos. A Linha Turismo custa R$ 45 e você pode descer reembarcar quatro vezes. Os ônibus circulam de terça-feira a domingo, das 9h às 17h30, e percorrem 46km.  Os ônibus passam a cada 30 minutos. A minha dica é pegar o ônibus em dois dias para conhecer tudo. Mas, se você só tiver um dia, escolha seus favoritos e divirta-se.

Dicas de Curitiba Linha Turismo

Como só tinha um dia, peguei o ônibus no Jardim Botânico e fiz as seguintes paradas: Museu Oscar Niemeyer, Bosque Alemão, Ópera de Arame/ Pedreira Paulo Leminski e Parque Tanguá. Fiquei morrendo de vontade de conhecer também o Memorial Ucraniano, o Bosque do Papa, a Torre Panorâmica e explorar a Santa Felicidade, o bairro italiano repleto de restaurantes enormes.

O que ver em Curitiba

Jardim Botânico

O jardim é a marca de Curitiba, e me surpreendi ao saber que ele foi criado apenas em 1991. A entrada é gratuita, mas não espere ver muitas espécies por lá. O grande atrativo é mesmo a estufa em formato de palácio, e os jardins bem cuidados. Sabia que as três cúpulas são uma homenagem aos 300 anos da cidade?

Curitiba Jardim Botânico

Bosque do Alemão 

Esse bosque em homenagem aos imigrantes é bem lindo e grande. Inaugurado em 1996, é a antiga chácara da família Schaffer. Por lá há uma trilha de João e Maria, uma casa encantada e uma vista legal da cidade. Não fiquei muito tempo porque estava um pouco deserto e eu estava sozinha.

Bosque Alemão Curitiba

Museu Oscar Niemeyer 

O que mais me impressionou no Museu, além da belíssima arquitetura, foi a quantidade de obras apreendidas pela Operação Lava-Jato que estão lá. No segundo andar procure pelas “Obras sob a guarda do Mon”. São umas três salas com mais de 40 obras de Miró, Vik Muniz, Miguel Rio Branco, entre outros artistas consagrados.

Depois, vá para o subsolo e, passando por um corredor branco incrível que parece não ter teto você chega ao outro lado e sobe até o olho. Até 20 de agosto há uma exposição sobre os Irmãos Campana. Se você ainda não conhece, Fernando e Humberto Campana são dois designers brasileiros muito talentosos. Eles já trabalharam com várias marcas, e têm obras em museus de todo o mundo. No Museu D’Orsay, em Paris, o café foi decorado por eles e leve o nome dos irmãos.

Museu Oscar Niemeyer

Operá de Arame/ Pedreira Paulo Leminski

A Ópera de Arame é um ligar lindo! Um palco integrado à natureza e que transmite uma sensação muito boa. No primeiro andar há um café onde vale fazer uma pausa. Já a Pedreira é onde acontecem grandes shows na cidade.

Ópera de Arame em Curitiba

Ópera de Arame

Ópera de Arame Curitiba

Parque Tanguá 

O meu fim de tarde foi abençoado com uma visita ao Parque Tanguá. O dia tava cinza, mas o céu ficou azul e o pôr do sol foi incrível. Esse parque é lindíssimo, e merece ser visitado com calma. Ele foi construído no lugar de antigas pedreiras, e tem um túnel que liga dois lagos lindos.

diana-viaja-parque-tangua
Fim de tarde no Parque Tanguá
Parque Tanguá Curitiba

22 comentários sobre “Curitiba: dicas de viagem, o que fazer e onde se hospedar

  1. Di, ótimo post. Já fui pra Curitiba algumas vezes, mas sempre a trabalho, e acabo não ficando mais tempo na cidade (por achar que não vale a pena). Mas pelo que li aqui, tem sim bastante coisa pra conhecer. Da próxima, vou esticar o final de semana para aproveitar.

    Beijao

  2. Diana,
    Eu ainda não conheço Curitiba, mas vejo tantas fotos lindas que já inclui nos meus destinos próximos e pela sua dica vi que dá pra fazer em um final de semana também né..
    Adorei!!!

  3. Eu sempre olho passagens para Curitiba, mas nunca compro. è um lugar que quero conhecer já faz tempo. Lendo aqui só aumentou a vontade de ir. Valeu…

  4. Curitiba é demais, quando fui fiquei apenas dois dias e não sabia de muita, não aproveitei nada, nem imagina que existia esse ônibus e muito menos de ir até morretes, muito interessante, iriei usar esse post quando voltar a curitiba

  5. Curitiba é realmente muito encantadora… Eu fiquei no Ibis Batel mas não foi do Curitiba Shopping, foi exatamente em frente ao Shopping Cristal. Bem pertinho de você, não é? o bairro é uma delícia…

  6. Ahhh faz anos que não vou a Curitiba! Adoro todos esses lugares listados. A última vez que fui ainda nem tinha Hard Rock lá… também fiquei sabendo de um restaurante com comida molecular que faz um baita sucesso. Acho que já tá na hora de voltar!

  7. Eu adoooro Curitiba, acho uma cidade limpa, organizada e muito agradável! Fiquei 3 dias e também acho que foi bom para conhecer as coisas e ainda fazer o passeio de Morretes. Muito bom poder relembrar essa cidade linda no seu post!!

  8. Quantos lugares lindos para ir!!
    Fui somente uma vez e a trabalho, pude conhecer apenas o Jardim Botânico e já fiquei encantada com a cidade!
    Quero muito voltar para conhecer todos esses lugares e ir no famoso Hard Rock

  9. Curitiba é uma cidade linda! Cheia de parques lindos, belas arquiteturas e gastronomia deliciosa! Me lembro que da ultima vez comemos no Madalosso uma noite e me da água na boca só de lembrar!!

  10. Eu adoro Curitiba! Viajava muito a trabalho pra lá e sempre conseguia dar uma esticadinha no Barigui ou ver alguma exposição no Museu Oscar Niemeyer. Acho a cidade uma graça e muito organizada, mas meu lugar preferido lá ainda é Parque Tanguá, que acho lindíssimo.

  11. Faz muito tempo que fui a Curitiba mas achei a cidade linda. É incrível como eles conseguiram transformar um lugar que não tem nada na bela cidade que ficou. Vale a pena o passeios

Deixe uma resposta