Viajar sozinha nordeste

Como me convenci que viajar sozinha para o Nordeste era possível

Decidi passar uma semana em Maceió e, já no terceiro dia, tive que responder umas 30 vezes onde estava meu namorado e se era “somente eu” no passeio de barco, no restaurante, no café da manhã do hotel ou na praia.

Apesar da vocação para o turismo, algumas cidades brasileiras não estão preparadas para os viajantes sozinhos. Aí parece que a gente caiu de paraquedas.

Mas viajar é minha terapia  e eu vou onde me der vontade (e a grana permitir, claro). Contudo, esta viagem era um desafio. Viajar sozinha para Nova York, Paris ou Buenos Aires é uma coisa que estou careca de fazer… mas para uma cidade de praia aqui no nosso Brasil foi a primeira vez.

Eu queria companhia de viagem, mas não rolou e o que me restou foi aproveitar meu tempo do jeito que eu planejei essas férias: pé na areia e coração nas nuvens.

O primeiro passo foi achar uma agência de turismo local que me desse um apoio na escolha dos passeios, assim eu não ficaria insegura de ir às praias sozinhas. Depois, um hotel top para minha prioridade: não me estressar com nada. Feito isso foi só aproveitar a promoção de passagens aéreas e decolar rumo à felicidade.

Peguei meus livros, câmeras e biquínis e vim. Troquei o hostel na Europa pelo hotel cinco estrelas na beira da praia. Arrependimentos? Nenhum. É possível ser feliz viajando sozinha por aí.. e pelo nordeste do Brasil também. Ah.. e fiz novos amigos, claro.

12 comentários sobre “Como me convenci que viajar sozinha para o Nordeste era possível

  1. realmente só quando se começa a viajar sozinha é que vemos a dificuldade de se viajar sozinha, o Brasil ainda não está preparado pra receber mulheres independentes que gostam de viajar a solo, é bem por isso, que quase todo mundo pergunta onde está o marido/namorado etc, assim como você disse, viajar na Europa é fácil, mas espero realmente que os brasileiros mudem a mentalidade.

  2. Engraçado como existem destinos que parecem se esquecer do viajante solo. Recentemente uma amiga foi para Natal e teve muitos problemas para conseguir ser encaixada em diversos passeios, incluindo os de buggy porque ela estava sozinha. Depois de muita insistência ela conseguiu. Que bom que vc no fim também curtiu sua viagem 😀

  3. Oii Diana!

    Gostei muito do seu post! Agora me diga… foi fácil fazer amizade se hospedando em hotel? eu to planejando também ir num hotel bacaninha próximo à praia mas bate aquele receio de não conseguir me enturmar com ninguém pq tenho na cabeça que so da pra conhecer gente por hostel, porem dessa vez to mais afim de ficar no conforto, de buenas. O que acha? Alguma dica?
    Detalhe: nordeste em alta temporada.

    Beeijos

    1. Oi Adriana, eu fiz amizade nos passeios e a gente tem um grupo no WhatsApp até hoje. No hotel eu acho sempre mais complicado, mas nunca é impossível. O importante é não ficar encanada… e aproveitar de qq jeito. E se você quer relaxar, se joga. Eu fui sozinha em setembro. Beijos e depois me conta da viagem.

Deixe uma resposta