Londres: 12 dicas para conhecer a cidade

Houve um tempo em que eu achava Londres uma cidade caríssima e esnobe. Sempre estudei inglês americano, e o sotaque britânico já me assustava. Quanta bobagem! Na primeira ida à Europa, em 2010, comecei e terminei por Londres. E foi amor a primeira vista (e a segunda, terceira, quarta, quinta..).  Mas  ainda tenho amigos com esse preconceito da cidade, e sempre tento convencer as pessoas a incluírem Londres no roteiro. London tem muito a oferecer, e se você entende como algumas coisas funcionam fica tudo mais fácil.

Veja aí 12 dicas para iniciantes:

Os ingleses são muito educados. Então, por favor, use sempre o “yes, please” ou “no, please” quando for pedir algo ou te perguntarem algo;

Ninguém se importa. Cabelo azul, saia curta, maquiagem forte ou roupa de mendigo. As pessoas não irão reparar em você na rua;

O preço do tube (metrô) varia de acordo com o horário, dia, percurso que você faz. E pagando com o Oyster Card fica muito mais barato e prático. Você compra o cartão pay as you go (pré-pago) e vai gastando e recarregando. Ah.. fique sempre do lado direito da escada rolante, e é preciso passar o cartão na entrada e na saída da estação. Tenha sempre um mapa em mãos ou baixe um aplicativo;

Os táxis são caros, mas os motoristas conhecem o nome de TODAS as ruas;

Para sair do aeroporto de Heathrow, o trem Heathrow Express é a melhor opção. Comprando com antecedência de 90 dias você consegue um super desconto e paga 5,5 libras. No dia custa 22 libras na máquina ou 27 no trem (compre aqui). Comprando ida e volta fica mais barato ainda. A viagem demora 15 minutos, e o trem te deixa na estação de Paddington onde há o metro para todo lado ou você pode pegar um trem ou táxi;

Os Pubs fecham cedo e eles irão te expulsar às 23h. Nem pense em sair de casa tarde para beber porque na Inglaterra há horário limite para a venda de álcool. Já fui expulsa com o copo cheio e a música alta. Eles simplesmente acendem a luz e dizem: “guys, you gotta go” (pessoal, vocês têm que sair). Boates e alguns locais têm autorização para funcionar até mais tarde

DSC09188
A inconfundível London Eye

 – Não se preocupe com a chuva (ou o frio). Ninguém para a vida por causa de chuva. Sei que em capitais como Rio e São Paulo a chuva é sinônimo de caos, mas fique tranquilo. Pegue um guarda-chuva e seja feliz. As fotos desse post, por exemplo, são de uma viagem no inverno onde o dia mais quente fez 10 graus.

Alguns museus são gratuitos ou oferecem descontos para estudantes. Mas não tente visitar todos de uma vez, ok? A cidade tem muito a explorar, e você pode acabar perdendo tempo. Indico o Museu de História Natural que é gratuito, interativo e perto de Baker Street (alô, Sherlock Holmes?)

A troca de guarda do Palácio de Buckingham acontece às 11h30 em dias alternados. A escala é feita pelo Exército, então é preciso ficar de olho no site para se programa (aqui). Este ano, em junho e julho há troca todos os dias. Mas em agosto a cerimônia acontecerá nos dias ímpares. Prepare-se para encontrar todos os turistas de Londres juntos. Eu fujo desse programa, mas é um clássico.

O palácio de Buckingham fica aberto para visitação no verão, quando a rainha vai para a Escócia. Já fui 2 vezes e amei!! Não é barato, mas é uma experiência única. Para adultos custa 37 libras o mais completo (valores e horários aqui). Pena que a gente não pode tirar foto lá dentro. O trono da rainha, a sala de jantar, os aposentos reais… tudo lá pra você olhar (e se imaginar na realeza). A cada ano eles mostram algo diferente. Em 2015, a exposição era sobre as crianças da realeza e como é crescer num palácio. Também estão abertos os estábulos da rainha, os jardins e a coleção de arte.

Coma fish and chips (peixe tipo bacalhau empanado e batata frita). É o prato principal deles, já que culinária não é o forte dos ingleses.

Faça um roteiro básico que tenha: Buckinghan Palace (Palácio de Buckighan), House of Parliament (onde está o Big Ben), Tower Bridge (a famosa ponte no rio Tâmisa), Tower of London (onde estão as joias da rainha), London Eye (e um passeio pelo rio Tâmisa), Trafalgar Square, Oxford Street (a famosa rua comercial da rua foto abaixo) e Camden Town.

DSC08932.JPG
Oxford Street no inverno
Anúncios

Um comentário sobre “Londres: 12 dicas para conhecer a cidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s