Sintra: palácios, misticismo e inspiração pertinho de Lisboa

Numa viagem para Lisboa, em Portugal, um bate e volta a Sintra é praticamente obrigatório. Os palácios e a paisagem linda valem um dia cheio de contemplação, magia e sorrisos. Sintra fica bem pertinho de Lisboa e você pode ir de trem, que sai da estação do Rossio e a viagem dura 40 minutos. 

Fui com uma van do hostel e aproveitei bem o dia. Eles cobraram 15 euros (valor de setembro de 2015) e te levam nos pontos principais. Aí lá é só comprar o ingresso e, na hora combinada, voltar. O mais fofo foi que a Mama, a dona do Home Lisbon Hostel, preparou um lanche pra gente. Então, nem fome passamos e ficamos o dia juntos, mesmo que a maioria do grupo estivesse viajando sozinha.

Começamos parando no parque para observar a vista. A dica é levar água, ir com calçado confortável e levar um lanchinho para as pausas no parque. Há ônibus que circulam entre os castelos e o centro. Decidimos que queríamos parar na Quinta da Regaleira e no Palácio da Pena. A outra opção ao Palácio era visitar o Castelo dos Mouros.

Quinta de Regaleira

É um palácio que fica num parque lindo e místico. Aquele tipo de lugar que você pensa: como alguém teve a ideia de construir isso aqui? O alguém neste caso foi o milionário António Augusto Carvalho Monteiro, também conhecido como Monteiro dos Milhões, que mandou fazer o lugar em 1904. As obras seguiram até 1910, e tem de tudo um pouco lá.

quinta-da-regaleira-portugal-sintra-diana0viaja.jpg

Além da mansão/ palácio, há jardins encantadores com grutas e fontes. O que eu mais gostei foi o Poço Iniciático que é um poço invertido. Pegamos um túnel escuro com luzes apenas no chão e saímos no fundo do poço de 27 metros e, então, fomos subindo até sairmos dele. Lindo e místico: segundo os criadores é um lugar onde se intensifica a relação entre o céu e a terra.

IMG_1321.jpg

poço-quinta-regaleira.jpg

Anota aí:

www.regaleira.pt
O ingresso para adultos custa 6 euros (estudantes e idosos têm desconto).
O mapa dá uma ideia da grandeza do lugar.

quinta-regaleira-dicas-diana-viaja.jpg

Palácio Nacional da Pena

O Palácio da Pena é a cara da região de Sintra. Ele foi foi criado por D. Fernando II para ser o palácio de verão da família real portuguesa, e pode ser visto de qualquer lugar do parque porque fica no alto da Serra. Tem aquele colorido inconfundível e é um dos lugares mais visitados do país.

diana-figueiredo-dicas-portugal.jpg

Você sobe até o palácio e visita os aposentos reais e, no fim da visita, do terraço tem uma vista linda do parque. E também pode visitar os jardins. A arquitetura é meio islâmica, renascentista e manuelina. Uma mistura única que encanta também. Há um restaurante e foi por lá que almocei e fiquei contemplando a serra.

 

Anota aí

Palácio Nacional da Pena: www.parquesdesintra.pt
O ingresso custa 10 euros para adultos, mas menos de 18 anos e idosos pagam 8,5 euros.
Estrada da Pena, 2710-609 Sintra

Cabo da Roca

O ponto mais ocidental da Europa tem uma vista linda. Paramos para tirar fotos no penhasco no fim de tarde e me encantei com esse visual – usei uma das foto de lá para ilustrar esse meu textinho sobre a “sofrência” pós-viagem. O local tem um farol também e um monumento.

Cabo da Roca em Portugal
Paisagem inspiradora no Cabo da Roca

cabo-da-roca-portugal-diana-viaja.jpg

cabo-roca-monumento.jpg

cabo-roca-por-sol-diana.jpg

 

Anúncios

Um comentário sobre “Sintra: palácios, misticismo e inspiração pertinho de Lisboa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s